Navegar é preciso; viver não é preciso

 

Pedaço de luar


Célia Natalina dos Santos

Vou deixar
a lua entrar
cá no meu quarto,
clarear o quanto
ela puder.

Vou deixar
a lua entrar
cá no meu quarto,
repousar o quanto
ela quiser.

Não faz mal
que seja fria
ou se faça
de estrelas acompanhar,
assim meu quarto
fica estrelado,
parecendo pedaços
de luar.

Compartilhar: Facebook Google Buzz LinkedIn Orkut Twitter Email

Contato

 

Para entar em contato comigo:
patricia@patriciavalente.com.br