Navegar é preciso; viver não é preciso

 
  • Ismália

    Estava perto do céu,
    estava longe do mar…

    continue lendo o artigo

  • Pedaço de luar

    Vou deixar
    a lua entrar…

    continue lendo o artigo

  • Serenata dos astros

    A lua é seresteira
    de primeira…

    continue lendo o artigo

  • Ou isto ou aquilo

    É uma grande pena que não se possa
    estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

    continue lendo o artigo

  • Lua adversa

    Fases que vão e que vêm,
    no secreto calendário
    que um astrólogo arbitrário
    inventou para meu uso.

    continue lendo o artigo

  • Eros e Psiquê

    Mas cada um cumpre o destino
    ela dormindo encantada,
    ele buscando-a sem tino
    pelo processo divino
    que faz existir a estrada.

    continue lendo o artigo

  • Ora, direis, ouvir estrelas

    “Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
    perdeste o senso!”

    continue lendo o artigo

  • Fragmentos

    Conhecerás o céu que a tudo envolve
    e o seu princípio

    continue lendo o artigo

  • Sonhos

    Nada é real, nada em seus vãos moveres
    Pertence a uma forma definida,
    Rastro visto de coisa só ouvida.

    continue lendo o artigo

  • Pálida, a Lua permanece

    Mas, pudesse o meu coração
    Saber à tona do que eu sou,

    continue lendo o artigo

  • Na Adolescência dos signos

    Na adolescência de Virgem, primeiro sugiro outra palavra equivalente
    Muda isso pra juventude, ainda que ninguém se contente.
    Aliás, quero só ver um detalhe: Quantas linhas o poeta porá em verso que me vale.

    continue lendo o artigo

Contato

 

Para entar em contato comigo:
patricia@patriciavalente.com.br